Se escute, mas, aprenda a fazer isso.

É bem comum o sujeito reclamar do quanto está ansioso ou cheio de desesperanças.
Mas, quais necessidades suas não estão sendo atendidas neste momento?
Necessidades? Que necessidades? Como?
Todos nós temos necessidades, desde as básicas como abrigo, água, ar, comida, saúde, toque, até as necessidades de proteção, descanso, entendimento, compaixão, autonomia, diversão, dentre tantas outras.
No entanto, estamos tão acostumados a vivermos em um cotidiano tão apressados que só conseguimos nos darmos conta das necessidades básicas, negligenciando necessidades tão importantes como o AMOR.
Sim, o amor é uma necessidade. E necessitamos dela como necessitamos de água para vivermos.
Mas o confundimos com sentimento, posse, exigência ou algo semelhante e nos enveredamos por caminhos conflituoso, relacionamentos baseados na troca onde nos sentimos sugados, julgados e menos, menos amados. Então, obviamente com esta necessidade não atendida o que vem a seguir é um combo de angustia + Ansiedade + Inquietação e como não somos acostumados a pararmos para nos ouvirmos, isso não nos foi ensinado, vamos seguindo, “resmungando” e ruminando até que os primeiros sintomas físicos apareçam em nossos corpos e então um médico será acionado para que possa vir um diagnóstico com uma receitinha que promete milagre…quando na verdade o milagre mesmo seria nos ouvirmos.

🙁
cuide-se bem!
Se escute
Descubra suas necessidades. afetos da semana
afetos da semana

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *